22 julho, 2010

«Quero Pintar a minha Vida de todas as Cores»

video


A força, a raiva, a vontade, o querer, o desejar, o amor, a ira, as lágrimas, a dor, o sorriso... tantas coisas nos fazem mudar de atitude, de rumo. Os horizontes desafiam-nos, as rotas alteram-se e o destino... será que existe destino?! Que boa questão...
No meu quarto oiço esta música e atenta à letra, escrevo. As paisagens colam-me ao vídeo, a força transmitida nas imagens convence-me e a letra toca-me.
«Quero pintar a minha vida de todas as cores». Como quero isto para mim! Quero diversidade de momentos, de palavras e de sentimentos. Só não quero sofrimento nem angústia. Nada na vida é simples, mas a sua complexidade cansa-me. Fico perplexa quando olho para o presente e vejo como tudo em meu redor se tem complicado.
O Mundo é tão colorido, mas ao mesmo tempo tão sombrio. Preciso reaprender a pintar! As mudanças de côr têm sido tão bruscas e tão inexplicáveis que o cinza tem prevalecido nos meus dias. Mas a minha força na Luz vai ensinar-me a pintar a vida de todas as cores (eu sei!). Vou pintar a minha vida! Vou pintar a tua vida! A nossa vida! O Mundo! As cores vão ser tão belas e vão estar tão perfeitamente combinadas, que parecerão as lindas paisagens que os meus olhos têm fotografado por onde tenho passado.
A ideia de perder, mais uma vez, alguém que faz parte da minha vida é tremendamente assustadora. Consome-me! O medo é tão grande, a dor é tão intensa que me questiono se tudo não será um pesadelo. Apetece-me saltar! Saltar para salvar o (aparentemente) impossível. Quero pintar! Quero a simplicidade da vida que um dia tive! Quero um GPS que me diga para fazer inversão de marcha porque a vida que um dia tive está à minha espera na outra rota.
Vou pintar o meu corpo com todas as cores, vou abraçar-te e vamos sorrir!
E tudo vai ser perfeitamente esculpido!

RN

Sem comentários:

Enviar um comentário